Núcleo Política e Formação Arquidiocese de brasília

Principais Eventos e Ações

Acompanhe todo o trabalho do Núcleo Política & Formação
Go to Círculos de Formação Política

Círculos de Formação Política

Debate dinâmico e direto com a comunidade, difundindo a visão política da Igreja e incentivando a participação da comunidade no debate político, principalmente na busca de soluções comunitárias para resolver seus problemas.

Go to Seminário de Formação Política

Seminário de Formação Política

Seminário formativo, com palestras, workshops, debates, partilhas, meditações, dentre outros. Aguarde programação completa!

Go to Curso e pós-graduação na FATEO

Curso e pós-graduação na FATEO

Curso de pós-graduação presencial, realizado em 3 módulos, com a apresentação de um trabalho de conclusão de curso, na forma da matéria “Experiências em Fé e Política”.

Go to Escola de Formação Permanente

Escola de Formação Permanente

Promoção de minicursos e outras atividades formativas diretamente nas paróquias, em consonância com o Plano Pastoral Arquidiocesano, focando em quatro temas principais de formação: Doutrina Social da Igreja, Bíblia, Missão e Liturgia e Sacramentos.

Núcleo de Política & Formação - NPF - Arquidiocese de Brasília
“a política é uma das formas mais altas da caridade” - Papa Francisco

Criado no final de 2016, tem como principal missão aprofundar a relação entre fé e política, à partir do ensino social da Igreja, considerando as dinâmicas do DF, a pluralidade e o diálogo permanente, sendo base para as pessoas, tomarem decisões políticas. Atuará em três bases principais: Formações nos setores arquidiocesanos; formação na Faculdade de Teologia da Arquidiocese de Brasília (FATEO) e promoção de Seminários e círculos de debates políticos. O Papa Francisco lembra a importância da participação política dos cristãos e sua responsabilidade na difícil, porém necessária, construção de uma sociedade mais justa: “devemos envolver-nos na política, pois a política é uma das formas mais altas da caridade, porque busca o bem comum” (Respostas do Papa Francisco às perguntas dos representantes das escolas dos jesuítas da Itália e na Albânia, junho de 2013). Segundo o Papa, se a política se tornou uma coisa “suja” isso se deve ao fato de que “os cristãos se envolveram na política sem espírito evangélico”. É preciso que o cristão deixe de colocar em outras pessoas a responsabilidade pela atual situação da sociedade e que cada um passe a perguntar a si mesmo o que pode fazer para tornar concreta a mudança que se deseja”.

Últimas Notícias